Hora de dormir

Se aproxima a hora de ir dormir? Consegui alguns curativos, mas não consigo fechar os buracos do meu coração. Por um momento esqueci que não posso abrir meu peito, e muito menos ver o órgão que tanto admiro. Mesmo sem conseguir vê-lo, sei que é dele que vem todo esse sangue, junto da imensa dor. De alguma forma eu preciso fazer com que tudo isso pare, mas não sei como. Não posso dormir durante a minha vida? Eu sei que infelizmente não. A hora de dormir, passar a ser aquela em que a falta de ar é intensa, explorando a resistência dos meus pulmões e capacidade de aguentar tamanho desespero. A hora de dormir, se torna aquela em que a dor me domina e transmite uma ilusão de que não existe força capaz de me levantar, de me fazer acordar. Não de abrir os olhos, mas de posiciona-los de forma horizontal, para que eu possa ver lua, o sol indo repousar, e até mesmo as estrelas. É... A hora de dormir, passa a ser agora

No Response to "Hora de dormir"

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário!
Mente Versátil, pouco provável

 

Copyright © 2011 Mente versátil All rights reserved.